Preenchimento para Lipodistrofia

Preenchimento para Lipodistrofia

Lipodistrofia é uma síndrome metabólica que altera a distribuição da gordura corporal em pacientes com AIDS. Um dos efeitos colaterais do tratamento antirretroviral é o emagrecimento de pernas, nádegas, braços e principalmente do rosto, deixando amostra vasos e veias, o que torna mais fácil os acidentes vasculares.

A bioplastia para lipodistrofia ajuda na busca por harmonia e na recuperação da autoestima do paciente, que passa a conviver melhor com a doença e a enfrentar o tratamento com mais tranquilidade. O preenchimento facial é um processo minimamente invasivo que não deixa cicatriz, o que é fundamental quando se trata de um procedimento estético facial.

Liberado pela ANVISA, o PMMA tem como característica ser um implante maleável, o que dá liberdade para combinar quantidade e forma em proporções ideais para qualquer parte do rosto. A bioplastia para lipodistrofia não é uma cirurgia e apresenta poucos riscos aos pacientes com saúde fragilizada. Sua realização não impede a retomada da rotina no mesmo dia, requerendo apenas cuidados básicos. O procedimento é feito na própria Clínica Leger, uma empresa com certificação ISO 9001:2008.

O PMMA é uma substância sintética com baixo risco de rejeição ou alergia e que é injetado com agulha sem ponta, o que reduz o número de lesões vasculares. A bioplastia para lipodistrofia é indicada após avaliação presencial, onde o médico indicará este ou outro tratamento, conforme o histórico e as condições clínicas do paciente.

Reconhecida pelo Ministério da Saúde, o Brasil fez da bioplastia para lipodistrofia um tratamento pioneiro.

×

WhatsApp Chat

× Como posso te ajudar?